Loading
Correção Ambiental e Reciclagem com Carroceiros de Belo Horizonte

O Projeto Correção Ambiental e Reciclagem com Carroceiros de Belo Horizonte, também conhecido como Projeto Carroceiro, iniciou em 1997 em um Programa de Reciclagem, tendo como parceiro a Superintendência de Limpeza Urbana (SLU) da Prefeitura de Belo Horizonte (PBH). Em 1998, a Escola de Veterinária e a FAFICH, em parceria com a SLU-PBH iniciaram um programa de mobilização social e conscientização dos carroceiros de Belo Horizonte, onde, por meio de palestras e discussões levantou-se a necessidade de correção do meio ambiente, evitando-se depósitos clandestinos de entulho (bota-fora) e o reaproveitamento do entulho gerado pela construção civil e transportado pelos carroceiros. Paralelamente a estas ações, em 1998, a Escola de Veterinária da UFMG iniciou um programa de controle sanitário, onde os equídeos são vacinados contra raiva e revacinados anualmente. Pela colheita de sangue destes animais realiza-se um controle sorológico de diferentes afecções. Além disso, os animais são cadastrados, recebendo marcação com nitrogênio líquido, identificando-o junto ao projeto, facilitando o controle de roubo de animais e cadastramento em banco de dados. O animal recebe uma carteira de controle sanitário para que o carroceiro possa cumprir a legislação municipal vigente e circular pelas ruas da cidade com seu animal. Ao final de 1998, a Escola de Veterinária adquiriu dois reprodutores da raça Hafflinger e um jumento Pêga, visando o melhoramento genético dos animais de tração, a fim de se obter produtos com melhor capacidade de trabalho e adaptação às condições urbanas. Em 2002, a Faculdade de Medicina, através do Departamento de Medicina do Trabalhador, incorporou-se ao projeto, executando ações que viessem a beneficiar a saúde do carroceiro. Em 2004, por meio de recursos oriundos da FAPEMIG concluiu-se um projeto de pesquisa, onde se analisou as condições uterinas e fertilidade das fêmeas, além do levantamento socioeconômico da população envolvida. Ainda neste ano, com recursos oriundos de premiações recebidas pelo projeto, foi implantado na orla da Lagoa da Pampulha o passeio turístico com charretes, propiciando aos carroceiros envolvidos agregar valor ao seu trabalho. No ano de 2005, o projeto Carroceiro foi incrementado com recursos oriundos do BNDEs para construção de instalações e melhoria da infraestrutura do Hospital Veterinário para atendimento aos animais de tração de Belo Horizonte. No ano de 2006, com a implantação da Farmácia Itinerante, o carroceiro tem tido a oportunidade de compra de medicamentos a preço de custo, visando melhorar a saúde animal. Entre 2007 e 2009, novos investimentos foram realizados por meio de projetos junto à PBH e órgãos de fomento para a realização de levantamentos sorológicos (AIE e Leptospirose) e afecções tóroca-lombares nos animais de tração, com a conclusão dos trabalhos em 2010. Em 2010 recursos foram obtidos para a finalização do Galpão do Carroceiro, que irá proporcionar uma maior eficiência na realização dos exames dos animais atendidos, quer seja no Hospital Veterinário quer seja nas atividades desenvolvidas semalmente nas URPV´s. Além disso, novos objetivos foram traçados em relação à saúde do trabalhador carroceiro e os equipamentos de segurança no trabalho. Pretende-se que, ao final de 2011, tenham sido realizados investimentos para a educação continuada dos carroceiros na área de segurança do trabalho, seja por meio de palestras, cursos ou distribuição de cartilhas. A continuidade do trabalho, bem como o seu crescimento, depende da integração do aluno de graduação, onde o desenvolvimento de trabalhos científicos, o desenvolvimento pessoal e a oportunidade de colocar em prática as teorias vivenciadas no curso, o complementarão como profissional. A interdisciplinaridade, caracterizada não só no curso de Veterinária como o contato com outros profissionais da área de políticas públicas, social e médica, colaboram para o crescimento do aluno, dando uma visão globalizada da profissão.

Coordenadora: Maristela Silveira Palhares (DCCV)

Escola de Veterinária da UFMG
Av. Antônio Carlos 6627
Caixa Postal 567, campus Pampulha da UFMG
CEP: 31270-901. Belo Horizonte, MG
TELEFONE DA ESCOLA: +55 31 3409-2001
TELEFONE DO HOSPITAL VETERINÁRIO: +55 31 3409-2000 ou +55 31 3409-2276