Loading
Informe-se sobre a alimentação natural de cães e gatos

11.09.2017

Atualmente cada vez mais pessoas se preocupam com a saúde e o bem-estar: procuram nutricionistas e preocupam-se em consumir alimentos saudáveis. Essa preocupação tem se estendido aos pets e muitos donos estão agora interessados em oferecer uma alimentação natural para seus animais.
 
 
A alimentação bio-apropriada ou ancestral consiste em oferecer aos animais dietas que simulem a alimentação de seus antepassados mais próximos em ambientes naturais. Cães e gatos possuem domesticação recente e por isso seu material genético, metabolismo e fisiologia digestória ainda são idênticos aos de seus antepassados. Proporcionar uma alimentação similar a de seus antepassados, portanto, traz benefícios para o animal. 
 
Entrevistamos o veterinário Artur Vasconcelos para saber mais sobre o assunto. Artur é graduado em Medicina Veterinária pela UFMG e atualmente integra o corpo clínico do Hospital Veterinário da Escola. Durante sua graduação, Artur foi bolsista e estagiário no HV. Seu interesse pelo tema começou muito antes de entrar no curso de medicina veterinária e está relacionado à curiosidade nas áreas de nutrição e química fisiológica.
 
Artur já oferecia alimentação livre de alimentos processados baseada em seus conhecimentos teóricos para seus cães e gatos e obtinha bons resultados. Quando estagiou numa clínica veterinária nos EUA, em 2009, percebeu que poderia estender essa prática ao consultório como uma ferramenta para promoção de saúde. “Dietas frescas oferecem uma gama de nutrientes que dificilmente serão encontrados em dietas processadas. A cada dia se descobre novos nutrientes considerados essenciais, que de alguma forma, podem estar faltando dentro do saco de ração”, afirma.
 
 
Existem diferenças na composição da alimentação oferecida para cães e gatos. Cães, embora devam consumir carnes e ossos, podem comportar-se como onívoros em algumas situações. Gatos, no entanto, são carnívoros estritos. “A melhor nutrição para cães e gatos vai ser alcançada se oferecermos basicamente presas, ou partes de uma presa, em estado natural, crua, com ossos e vísceras”, explica Artur.
 
A dieta trás diversos benefícios para o animal: menor risco de sobrepeso e o desenvolvimento dos sistemas de defesa (intestinal e imune) é melhor. Além disso, tem maior diversidade de nutrientes além de ser livre de aditivos químicos e conservantes.
 
 
O veterinário explica que com paciência e adaptações, a alimentação bio-apropriada pode ser oferecida para qualquer pet. Esse tipo de dieta, no entanto, exige mais tempo dos tutores e muitas vezes não é tão prática. “Alimentação natural é para qualquer animal, e, infelizmente, não é para qualquer tutor. Definitivamente exige maior dedicação, estudo e tempo por parte dele”, comenta o veterinário.  Ele aconselha aqueles que se interessam pelo tema a buscar sempre a informação através da leitura e também procurar um veterinário que oriente sobre o assunto.
 
Compartilhe:

Escola de Veterinária da UFMG
Av. Antônio Carlos 6627
Caixa Postal 567, campus Pampulha da UFMG
CEP: 31270-901. Belo Horizonte, MG
TELEFONE DA ESCOLA: +55 31 3409-2001
TELEFONE DO HOSPITAL VETERINÁRIO: +55 31 3409-2000 ou +55 31 3409-2276