Loading
Identidade Visual - 80 anos

Nesses 80 anos de história, a Escola de Veterinária da UFMG teve importante papel na formação de profissionais e grande contribuição para a sociedade através de seus projetos de produção e pesquisa.

Quando é chegada a data de aniversário de uma instituição dessas dimensões, a comemoração é inevitável e necessária. Como parte das comemorações deste aniversário, foi desenvolvida uma identidade visual especialmente para a data e que será utilizada na Escola durante todo o ano de 2012. Identidade visual é um conjunto de elementos que representa visualmente, e de forma sistematizada, os valores da instituição, a missão, o tipo de serviço que presta, posicionamento diante do mercado e sua filosofia. Esse conjunto de elementos costuma ter como base o logotipo, um símbolo visual e conjunto de cores.

Comemorar é transformar a memória em monumento, e guardar as vivências para a posteridade. Logo, a memória foi um dos principais pilares conceituais na produção da identidade visual dos 80 anos da Escola.

No entanto, é preciso, ainda, apontar os olhares para o futuro e pensar nas possibilidades futuras da Escola de Veterinária num momento comemorativo como esse é reforçar o compromisso com o estudo e a sociedade. Assim, o segundo conceito-base para a identidade comemorativa de 80 anos é o futuro.

Por fim, confrontando memória e futuro, temos, de um lado, a opulência histórica de uma Escola fundada em 1932, e do outro, as ilimitadas possibilidades do que ainda há porvir. Dessa dualidade surge a terceira, última e principal base conceitual da identidade de 80 anos da Escola de Veterinária da UFMG: o infinito.

Determinado os pilares, pensamos no design da nova identidade. Para tanto, tomamos como referência o design da Escola Bauhaus.

A Staatliches-Bauhaus (Casa estatal de construção) foi a primeira escola de design, artes plásticas e arquitetura de vanguarda do mundo. Funcionou na Alemanha entre 1919 e 1933 e foi uma das maiores expressões do Modernismo no design, que tinha como principal característica a busca pela funcionalidade e racionalidade, sem suprimir a qualidade estética, mas priorizando a funcionalidade, numa época de pós-guerra.

O design da escola Bauhaus foi escolhido como referência para a identidade de 80 anos da Escola de Veterinária pelo uso constante de formas simples e geométricas, dando a ela um caráter moderno e de legibilidade, e pela disposição angular dos elementos, o que contribui para o movimento “em direção ao futuro” que a identidade quer transmitir.

Como referências visuais, temos as formas geométricas, construídas a partir do confronto de direções opostas, representam o futuro e a memória. O “lemniscata”, símbolo que representa o infinito e que possui grande semelhança com o número oito.

O painel de azulejos da escola, “Pássaros”, de Silas Raposo, que retrata uma revoada de pássaros, representando a “revoada do conhecimento”, em alusão aos alunos que se formam. Faz parte da história da Escola e foi usado para criar uma ligação forte entre a instituição e a identidade comemorativa de 80 anos. O pássaro é usado com uma inclinação de 45o, característica recorrente na Bauhaus, dá o dinamismo necessário para que o pássaro possa “alçar vôo”, transmitindo o vigor da Escola e o olhar para o futuro.

A identidade é composta basicamente por quatro cores (mais uma variação de uma delas) e o preto, constituindo uma paleta de cores que representam diversas qualidades inerentes à Escola, além de indicar o movimento e o dinamismo que a identidade quere transmitir.

O vermelho é a cor mais quente e dinâmica de todas. De acordo com a psicologia das cores, ela é estimulante, transmitindo paixão, vigor e expansividade. Além de remeter ao carinho da comunidade acadêmica pela história da EV, o vermelho ainda representa as possibilidade de expansão e o vigor da instituição. O verde foi usado para remeter a identidade visual da Escola, além de remeter à natureza, ambiente comum para os animais dos quais o veterinário cuida, a cor verde representa a inspiração e a estabilidade. O marrom, resultado da soma do vermelho e do verde, remete diretamente à terra e também à natureza. De acordo com a psicologia das cores, a cor marrom transmite a riqueza e a tradição, valores importantes da Escola de Veterinária.  O azul vem para compor a identidade adicionando os valores de confiança e amizade. É uma cor que possui grande força convidativa, contribuindo para o caráter amigável da identidade. Por fim, o preto, a “ausência de cor”, representa poder, elegância e modernidade. É a cor ideal para dar à logomarca o caráter de selo, de registro.

Em relação a fonte, escolhemos a fonte Futura, uma fonte sem serifa, desenhada por Paul Renner em 1927. É um dos símbolos do design moderno, por sua limpeza e impacto, foi construída com base em princípios rigidamente geométricos inspirada nas formas do estilo de design Bauhaus, transmitindo eficiência e progresso. Seu caráter geométrico e limpo é ideal para a composição da identidade visual de 80 anos da Escola de Veterinária, por suas formas geométricas e textos inclinados, característica forte do movimento Bauhaus.

A tipografia é composta pela fonte Futura, com exceção do “80”, construído especialmente para a logomarca, representando o “8” através da reprodução do símbolo lemniscata, que significa “infinito”.

Por fim, a logomarca dos 80 anos é composta por uma representação abstrata e geométrica e seu caráter monocromático da identidade como um todo lhe dá um valor de carimbo, causando maior impacto.
 

 

Identidade visual elaborada por André Heneine, aluno do Curso de Comunicação Social da UFMG, Bolsista Pró-Reitoria de Extensão (PROEX).

Arquivos para download:

Escola de Veterinária da UFMG
Av. Antônio Carlos 6627
Caixa Postal 567, campus Pampulha da UFMG
CEP: 31270-901. Belo Horizonte, MG
TELEFONE DA ESCOLA: +55 31 3409-2001
TELEFONE DO HOSPITAL VETERINÁRIO: +55 31 3409-2000 ou +55 31 3409-2276