Loading
I Fórum Brasileiro dos Coordenadores de Programas de Residência em Medicina Veterinária

A Escola de Veterinária recebeu, nos dias 19 e 20 de setembro, o encontro entre coordenadores de programas de residência em medicina veterinária de diversas universidades do país. Estiveram presentes no evento coordenadores da Universidade Federal de Goiás (UFG), Universidade Federal do Piauí (UFPI), Universidade Federal do Paraná (UFPR), Universidade Federal de Viçosa (UFV), entre outros. O encontro teve como objetivo discutir assuntos relacionados à residência e criar o Fórum de Coordenadores de Programas de Residência em Área Profissional da Saúde dos Hospitais Veterinários das Universidades Federais. “Está sendo muito interessante porque conseguimos trocar experiências, tanto boas quanto ruins, com as outras instituições participantes”, afirmou Alexander Biondo, da UFPR.
 
No encontro, foram realizadas palestras sobre os temas: "Visão do MEC dos Programas de Residência em Medicina Veterinária”; “Estratégias para a integração da Residência em Medicina Veterinária ao SUS”; "Rede Universitária de Telemedicina e criação do SIG para a Medicina Veterinária". Também foram promovidas uma mesa-redonda e uma visita ao Hospital Veterinário da UFMG, e outras a instalações da Escola.
 
 
Juan Carlos Duque Moreno, professor de anestesiologia da UFG destaca a importância do evento. “Esse evento é histórico, e muito importante. A residência na Medicina Veterinária é muito nova, e as universidades federais precisavam se organizar para procurar o que é melhor para nossos cursos e para os nossos alunos. E hoje começa essa organização.”
 
Roberto Baracat de Araújo, professor do Departamento de Clínica e Cirurgia Veterinárias da Escola de Veterinária da UFMG (DCCV), falou sobre o longo caminho percorrido até a oficialização da residência pelo Ministério da Educação (MEC). “Há muito tempo que discutimos e tentamos conseguir as residências para as universidades. É uma luta de mais de dez anos. Há pouco tempo, conseguimos o reconhecimento do MEC para oficializar a residência. Havia uma residência veterinária com poucos alunos em uma escola, 5 ou 6 em outra, e poucas universidades com o programa. Hoje temos uma grande ramificação de áreas nas várias universidades federais do país. Foi uma vitória.”
 
“Acredito que este é um momento muito especial, pela estruturação desse Fórum, que é um primeiro passo para uma tomada de medidas maiores. Acredito que daqui para frente vamos aprimorar este programa de residência, que ainda é muito novo”, afirma a professora Gilcinéa Santana, também do DCCV.
 
Durante as reuniões, foram eleitos os dirigentes do Fórum, tendo como presidente um representante da UFG, e outro da UFMG como vice-presidente. Um novo encontro entre os coordenadores já está previsto. Eles devem se reunir novamente em abril de 2014, na cidade de Palotina - PR.
 
Confira as apresentações feitas no I Fórum Brasileiro dos Coordenadores de Programas de Residência em Medicina Veterinária:
 

Escola de Veterinária da UFMG
Av. Antônio Carlos 6627
Caixa Postal 567, campus Pampulha da UFMG
CEP: 31270-901. Belo Horizonte, MG
TELEFONE DA ESCOLA: +55 31 3409-2001
TELEFONE DO HOSPITAL VETERINÁRIO: +55 31 3409-2000 ou +55 31 3409-2276