Loading
Caso Clínico 005

Autores: Marthin Raboch Lempek, residente de Clínica Médica de Animais de Companhia da Escola de Veterinária, e prof. Dr. Rubens Antônio Carneiro.

Problemática: A degeneração valvar ou degeneração mixomatosa da valva ou ainda endocardiose é a doença cardíaca mais frequente em cães, correspondendo a cerca de 75% das cardiopatias. A condição consiste na degeneração mixomatosa crônica do aparato valvar, com espessamento e má coaptação dos folhetos, com ou sem prolapso, levando à insuficiência valvar. Apresenta progressão lenta, porém muitos cães evoluem para a insuficiência cardíaca congestiva (ICC), em cujos casos avançados o tempo de sobrevida é baixo, muitas vezes causando edema pulmonar e o óbito do animal.

Questão: Com base nos conhecimentos sobre cardiologia veterinária e as figuras abaixo responda:

Figura 1

 

Figura 2

I – A Esclerose nodular senil apresenta maior prevalência em valva mitral e em cães de pequeno porte, como Poodle, Pinscher e Cavalier King Charles Spaniels. Os sinais de insuficiência cardíaca congestiva possuem progressão mais rápida e severa nas fêmeas do que nos machos.
 
II – Com a progressão da regurgitação valvar mitral o organismo adota mecanismos compensatórios, como a ativação do sistema renina angiotensina aldosterona (SRAA), consequentemente há retenção de sódio e aumento da pressão arterial sistêmica. Outro mecanismo ativado é o sistema nervoso autônomo parassimpático, melhorando o débito cardíaco devido ao aumento da frequência cardíaca.
 
III – Na figura 1 observa-se uma cardiomegalia generalizada com deslocamento cranial da traquéia e padrão pulmonar alveolar característico de edema pulmonar. O VHS (vertebral heart size) está maior que 10,5. Neste caso o animal deve receber terapêutica emergência com administração de furosemida intravenosa e se for possível realizar infusão contínua de dobutamina para aumentar o ionotropismo do coração e assim melhorar o débito cardíaco até o paciente sair do estado crítico.
 
IV- Entre os marcadores cardíacos os mais importantes são: CK-MB e Troponina C para lesão cardíaca e Peptídeo natriurético para função cardíaca. A CK-MB apresenta baixa sensibilidade e baixa especificidade, contudo a Troponina C apresenta maior especificidade para injuria cardíaca, sendo o padrão ouro para os mamíferos.
 
V- Na figura 2, observa-se um caso de Cardiomiopatia Dilatada, a qual é comum em cães de grande porte como Labrador, Fila Brasileiro e Golden Retriever. A terapêutica consiste em controlar a ICC e aumentar o ionotropismo do coração devido o adelgaçamento das paredes cardíacas.
 

a) Apenas a I, II, IV e V estão corretas.

b) Apenas a I e a V estão corretas.

c) Apenas a IV e a V estão corretas.

d) Todas estão corretas.

e) Todas estão erradas.



OUTROS CASOS

»Caso Clínico 004

»Caso Clínico 003

»Caso Clínico 002

»Caso Clínico 001

Escola de Veterinária da UFMG
Av. Antônio Carlos 6627
Caixa Postal 567, campus Pampulha da UFMG
CEP: 31270-901. Belo Horizonte, MG
TELEFONE DA ESCOLA: +55 31 3409-2001
TELEFONE DO HOSPITAL VETERINÁRIO: +55 31 3409-2000 ou +55 31 3409-2276